Etiqueta de um bom e-mail

Ir direto ao ponto, ser mais breve e delimitar o campo assunto de maneira mais clara pode ser considerado alguns dos segredos para redigir um bom e-mail corporativo. Ele também diz muito sobre o remetente da mensagem, portanto evite excessos.

Passar credibilidade e comprometimento está vinculado ao profissional que escreve. E o estilo de escrita, formas de agradecimento e o bom uso da ferramenta transmitem ao destinatário impressões sobre a sua personalidade.

Mas atenção! Vale lembrar que a má utilização do e-mail do trabalho pode ser causa de demissão, devido ao vazamento de informações via e-mail ou mídias digitais que podem causar prejuízo à empresa.

A comunicação profissional deve ser de preferência, clara e sem abreviações. Isso significa que o uso de “vc” para “você” ou “qdo” para “quando”, por exemplo, pode ser evitado. Quanto mais longo e arrastado for o e-mail, menos atrativa será para o leitor. Utilize frases curtas e claras, escreva em tópicos para uma melhor organização de ideias. E não se esqueça, erros de português devem ser evitados. Bem como gírias e palavrões estão proibidas. Mensagens coloridas e com emotions são dispensadas também.

Ter cuidado com o botão enviar também ajuda a evitar constrangimentos. Um clique dado por engano e o e-mail enviado pela metade ou com informações incorretas pode prejudicar qualquer negócio. Discrição, bom senso e elegância são uma boa pedida. Principalmente na hora de se despedir.