Vantagens de comprar uma empresa em funcionamento

Empreender o próprio negócio é desejo da maioria das pessoas, a maioria sonha em ter uma fonte de renda própria que permite um trabalho mais motivacional diariamente. Hoje há muitas pessoas investem no seu sonho e buscam uma maneira mais estável para investir seu dinheiro. O pensamento comum nessa parte é abrir a própria empresa do zero, construir uma marca desde o início. Além dessa ideia há quem prefira investir em franquias, por ser mais estruturado e apresentar um plano que inicial a princípio bom. Mas há um mercado que vem ganhando espaço no mercado brasileiro, e em muitas ocasiões pode ser um investimento melhor que abrir uma empresa do zero ou investir em um franquia. Esse mercado é de compra e venda de empresas no azul. Azul, termo desenvolvido para caracterizar uma empresa em funcionamento que não apresenta um saldo negativo.

Vantagens de comprar uma empresa pronta - Canal de Empresas

Esse mercado, que já comum fora do Brasil, vem ganhando mais espaço nas terras brasileiras. Além de proporcionar bons investimentos o mercado de compra e venda atinge também aquelas pessoas que achavam que uma empresa só era vendida porque estava prestes a falir ou por conta de um possível rendimento baixo. Mas se engana quem pensa assim, é possível adquirir uma marca em funcionamento e no azul por um bom preço e ainda ter acesso a informações cruciais que darão ótimos direcionamento sobre o futuro dessa possível aquisição. Comprar uma empresa em funcionamento tem suas vantagens, entre elas algumas de destaque deve ser considerada por quem se interessa e busca esse tipo investimento, conheça algumas vantagens que esse empreendimento pode trazer.

Burocracia

Adquirir um ponto de venda comercial em funcionamento te livra de todas a burocracia que um empresário enfrenta quando deseja montar seu próprio negócio.  Ele não vai perder os três meses aproximados que são gastos por um empresário que opta por abrir uma empresa do zero e ainda se livra de custos e estresse inicial que são comuns nesse processo.

Ponto Comercial

Antes de executar a venda do ponto comercial você já vai ter acesso a estrutura da empresa, assim irá ver quais as melhorias que poderão ser executadas na nova empresa.

Clientes

Uma das grandes vantagens em adquirir uma empresa em funcionamento é ter acesso a clientela, você já pode observar quais são os tipos de pessoas que frequentam seu estabelecimento e a partir daí traçar planos para aumentar o público e/ou satisfazer o gosto deles. Uma pesquisa de mercado nesse ramo é muito recomendável.

Analise

Uma boa oportunidade para quem deseja adquirir uma empresa é a oportunidade em analisar o funcionamento dela como um todo, pesquisar sobre artigos de empreendedorismos que nortearão o funcionamento da empresa.  Assim é possível medir as vantagens e dificuldades do estabelecimento, ter acesso aos gastos e ganhos e ponto comercial e medir se realmente vale a pena comprar aquela empresa.

O uso do celular a seu favor: Apps organizacionais

Galeria

Esta galeria contém 1 foto.

O aparelho celular já está na reta de muitas discussões sobre o seu uso, há quem o chame um empecilho que dificulta a comunicação presencial, por motivar as pessoas a ficar horas olhando para o aparelho. Há quem fique interdito … Continuar lendo

Sites de notícias X jornais: concorrentes sou complementares?

Sites de notícia e jornal impresso: quem vence esse duelo?

No Brasil, jornais e revistas questionavam sua permanência após a criação dos portais de notícia e, depois de um tempo coexistindo pacificamente redes como a Abril, Estadão e Grupo Folha criaram seus respectivos sites e o medo virou uma nova oportunidade de mercado. Para os jornalistas, tornou-se um risco de se perder nessa maré tecnológica ou se adaptar.

Hoje o impresso precisa de um conteúdo de altíssima qualidade que atinja um perfil de leitor: pragmático, que gosta da experiência de folhear uma boa revista e ler textos selecionados, luxo que a internet não permite.

O jornal Valor Econômico, por exemplo, que é segmentado para economia, consegue tanto nivelar o leitor leigo quanto intoxicar o leitor habituado com o tema. Difícil é parar de ler quando chega um exemplar. Sem contar que os suplementos semanais eram uma surpresa à parte. Esse jornal me faz pensar que esse tipo de conteúdo vai manter o jornalismo ainda vivo, enquanto o resto vai ser diluído e incorporado em outras áreas.

Jornal ou sites de notícias?

No Mato Grosso do Sul, os sites de notícia pipocaram depois que as grandes corporações tomaram a frente, no início, sem entender muito bem a diferença entre um e outro. Jornais tradicionais como Correio do Estado e O Estado do MS criaram portais, com notícias de Mato Grosso do Sul e últimas notícias de Campo Grande MS. O Estado Online passou a disponibilizar a versão impressa em PDF gratuitamente no site, e ficou ainda mais popular com notícias MS e notícias de Campo Grande MS. Perceberam que as redações trabalham como linguagem e deadline distintos e que o online era muito mais permeável que o impresso.

Quando gigantes como o Terra tiveram sua força dependendo apenas do online, novas empresas de comunicação menores e independentes encontraram um nicho. No MS, Campo Grande News é um dos poucos sites de notícia ainda ativos no MS, há mais de 15 anos no mercado. Já o formato de revista digital, que não foi bem aceito pelos usuários, encontrou seu espaço no Diário Digital e parece que colou. São fotos bacanas, uma pegada mais poética e peculiar.

Mas então, site de notícia concorre ou complementa o impresso? As duas coisas e vice-versa. Explico: o site de notícia concorre com o impresso (e ganha!) quando o mesmo conteúdo ou a mesma densidade é abordada, e o online marca pontos por ser em tempo real. Ao mesmo tempo ele complementa o impresso quando se torna mais um canal se comunicando com o leitor.

Não tem meio de comunicação morto, existe público mal definido. Pois, se lembrarmos que o número de ouvintes das rádios brasileiras ainda é maior que o de usuários da internet, entrar em um duelo entre impresso e online não tem sentido.

Comércio eletrônico: Seu site ou e-commerce é mobile-friendly?

Comércio eletrônico: Seu site ou e-commerce é mobile-friendly?

Há algum tempo o Google começou a identificar os sites que são mobile-friendly, aproveite essa oportunidade para fazer seu site ou e-commerce se destacar entre os demais.

Um estudo feito pela Pagtel, empresa que gerencia os pagamentos em dispositivos móveis apontou que hoje mais de 70% dos brasileiros já realizaram alguma compra pela internet, há um ano esse número era de apenas 56%. Isso significa que os sites de vendas e e-commerce precisam se adaptar a essa realidade que será cada vez mais presente no cotidiano dos brasileiros.  Prepare sua empresa para realizar esse tipo de venda, uma página precisa de um desenvolvimento de loja virtual eficiente, que se adapta as plataformas do usuário. Invista na praticidade para ele realizar compras, isso pode render mais que propagandas aleatórias sobre seu comércio eletrônico.

Mobile-friendly é necessário para quem busca atingir o público que acessa os dispositivos moveis, segunda a pesquisa citada acima, um dos principais fatores que influenciaram as pessoas a realizar compras pelo os dispositivos móveis foram a praticidade e segurança apresentados pelo meio.  O Google também passou a considerar mais os sites que desenvolveram o mobile-friendly, ele passou a identificar esses sites, e os posiciona-los melhor no buscador. Se você não sabe se o site é compatível, use o teste de compatibilidade com dispositivo moveis que o Google desenvolveu.

A tendência é um crescimento alto no acesso à internet por um celular ou tablet, não há o porquê uma empresa on-line como um e-commerce ficar esperando para lançar uma plataforma mobile.  As pesquisas mostram como essa é uma área extremamente vantajosa para quem consegue desenvolver estratégias a longo prazo, entender a tendência do mercado e oferece-las antes dos seus concorrentes.

As compras online estão migrando para o m-commerce, um meio que tem uma grande tendência de crescimento, a Paypal anunciou que nos últimos anos as transações comerciais entre dispositivos moveis aumentam seis vezes, e a tendência é continuar crescendo.

Se você já tem um site ou e-commerce mas não trabalhou uma plataforma mobile para ele, não perca tempo. Você estar perdendo muito cliente por não dar acessibilidade através de um dispositivo móvel.  Procure uma empresa especializada em desenvolvimento para mobile, comece fazendo um orçamento, e estudando propostas. Se você tem uma marca online saiba que sempre precisará atualizar-se conforme o avanço tecnológico. Internet não é um meio onde você pode ficar estagnado, ou você se desenvolve para atingir o público ou desaparece por completo.

Como fazer sua estratégia de marketing ser atraente para um segmento com pouco apelo visual

Estratégia de marketing começa na identidade visualVocê quer prospectar novos clientes, quer que sua marca seja conhecida pelo público, mas tem um agravante: seu produto não tem nenhum apelo visual, pela própria natureza dele. Sejam equipamentos para automação comercial, fios ou tubos, você não vai conseguir a atenção desejada por aí.

Antes de disparar centenas de e-mails para desconhecidos, organize a comunicação visual da sua marca. “Crie uma identidade visual forte com cores e conceitos alinhados em todo o seu material, online e off-line”, explica o designer Diego Gabínio.

Uma vez que site, cartões de visita, site e uniformes estejam padronizados com a mesma identidade, então pense em quem é o seu público: “quem é o perfil que a marca quer atingir vai ser fundamental para definir todo o conceito visual da marca, vai dizer quem ela é para as pessoas certas”, reforça Gabínio.

Por exemplo, um kit pdv que compõe um grupo de equipamentos utilizados na automação comercial de lojas, mercados e todo tipo de varejo, deve ser apresentado a partir da eficiência, segurança operacional, economia de energia ou papel. As características intrínsecas a ele devem ser exaltadas, e a aparência explicada pela robustez, qualidade do case, durabilidade, etc. Outros pontos que podem ser reforçados seriam a facilidade de instalação, garantia e assistência técnica.

Quanto mais o produto for apresentado pelas qualidades, menor será a preocupação com a beleza, até porque o seu cliente pode estar mais atento aos fatores mencionados anteriormente do que à aparência. Então, reforce os pontos forte: produza tutoriais de funcionamento e uso, divulgue nas suas redes, publique no site, torne-se conhecido. Aproxime o produto do usuário.  Apresente-o como a solução para um problema do cliente, conquiste-o por aí.

Ao se comunicar com o cliente, ele deve ver o conceito da sua marca, o que deve ser definido junto a um profissional. Aqui, as redes sociais precisam ser lembradas: estar presente nas principais redes, quando seus concorrentes não estão, já é um ponto positivo.

Por fim, lembre-se de definir um foco em cada campanha, seja prospectar clientes, apresentar a marca, vender produtos em promoção ou ações de natal. O cliente quer se comunicar com a marca, mas a mensagem deve ser clara e objetiva para que ele sinta-se engajado na interação.

Com informações do designer Diego Gabínio.

Por Laryssa Caetano

Dicas para inovar nos serviços da empresa: autoatendimento online

atendimento online

O consumidor moderno é muito diferente daquele que procurava por serviços nas páginas amarelas dos catálogos. Hoje, temos um cliente informado e com uma poderosa ferramenta de busca na palma da mão: a internet.

Com isso, ele tem informações de mais empresas de uma só vez e dessa forma e além disso, ele tem a opinião de clientes e amigos sobre determinada empresa de maneira fácil e rápida, o que impacta diretamente da sua escolha.

Por isso, as empresas precisam inovar a cada dia. O bom atendimento virou a chave do negócio. Se seu negócio é online, por exemplo, uma gráfica online, invista em um autoatendimento online, seu cliente ganhará tempo ao solicitar serviços gráficos.

Imagina a cena, inspirada no negócio acima. Seu cliente precisa ir até sua gráfica, pegar uma senha, esperar no balcão para solicitar o serviço e esperar ou voltar depois para pegar o produto pronto.

Mas se ele puder pedir e comprar o serviço de forma online, ele ganha tempo e comodidade.

O bom atendimento não é aquele mais demorado, mas aquele que dá ao cliente o que ele quer, seja rapidez, conforto, comodidade e assim por diante.

Fique atento às necessidades do seu cliente e esteja pronto para atendê-lo da melhor forma possível.

Dicas para se relacionar com os clientes na página do Facebook

facebook

As redes sociais são mais do que um lugar para fazer divulgação de produtos e serviços, é um lugar para se relacionar com seus clientes, escutar o que eles têm para dizer do seu negócio e também tirar insights para melhorar sua empresa.

Mas muita gente têm dúvida de como fazer isso, como manter o relacionamento com clientes nas redes sociais. Hoje, vamos dar algumas dicas, focando na mais famosa delas: O Facebook.

1- Deixe claro para seus clientes o horário que sua equipe ou você acompanha as mensagens e também os dias da semana.

2- Seja transparente e não tenha medo de assumir erros e ofereça sempre a solução para o problema.

3- Use sempre o bom senso e seja muito educado.

4- Padronize a assinatura, por exemplo, você pode colocar como Equipe Restaurante Lagoa da Prata, assim seu cliente vai saber com quem estiver falando.

5- Procure não apagar as mensagens negativas do mural.

6- Formule suas respostas antes de postar, leia e releia várias vezes e corrija o português.

7- Se você não tiver uma solução pronta, deixe seu cliente informado de todos os passos que você vai dar para chegar lá.

8- Deixe claro o canal para que o cliente resolva problemas de certos serviços, como por exemplo “Delivery Campo Grande“. Informe ao cliente que se o problema for urgente, que ele deve entrar em contato por telefone, por exemplo.

9- Para economizar tempo, tenha respostas prontas para questões mais comuns.

10- Crie uma rotina de postagem e interação.

Como tirar bom proveito das landing pages

landing page

Você sabe o que é landing page? Em tradução livre, as landing pages são páginas de aterrisagem ou entrada. Em outras palavras, é aquela página que o cliente chega após o anúncio, ou após pesquisar um termo nos buscadores, que tem tudo para converter.

Mas para você tirar o maior proveito possível das landing pages, é preciso prestar atenção em alguns pontos:

Layout sem distrações

A missão da landing page é conversão, por isso, seu layout não pode ter distrações. Ele deve ser o mais limpo possível e focado em conversão. Pense nisso na hora de montar o layout. Se preciso, contrate um especialista em desenvolvimento de sites.

Deixe a proposta clara

Faça a regra dos 5 segundos: alguém que não conhece seu site, não pode demorar mais que 5 segundos para entender do que ela se trata e identificar a ação que deve fazer com ela. Se possui uma empresa de marketing digital, por exemplo, mostra alguma de suas soluções web e coloque um formulário de captura de leads.

Use um call to action

É aqui que você vai mostrar ao usuário que ação dele deve tomar. Uma boa ideia, é usar o CTA dentro de um botão.

Foque na conversão

Lembre-se de que a Landing Page foi feita para converter, então nada de colocar uma lista extensa sobre o serviço, no exemplo acima, como todos os seus serviços digitais, se o foco é vender, venda!

Faça teste A/B

Cada negócio é único e para descobrir qual o melhor layout de uma landing page para seu negócio, você pode fazer um teste A/B com duas opções diferentes e comparar qual das duas dá mais resultado.

Cargo de chefia requer cuidados

Quem almeja o cargo de chefia em uma empresa deve prestar atenção em algumas dicas para não errar tanto no comportamento pessoal quanto profissional junto à equipe.

Existem atitudes simples que podem afetar milhares de profissionais, impossibilitando-os de não serem vistos como líderes, apesar de trabalharem muito e se dedicar ao máximo. Confira alguns pontos:

– Puxar saco: pensar que será promovido por rir das piadas do chefe é um grande erro.

– O medo de errar: Assuma. Não ignore o erro e a culpa. Tente consertá-lo pedindo sugestões.

– Postura imatura: pode acabar com boas oportunidades em reuniões.

– Trabalhar apenas por dinheiro: isso é falta de foco, sem visão de carreira.

– Guardar tudo na cabeça: dispensar uso de agenda, não anotar nada pode ser um grande risco.

– Não ser flexível: Saber ouvir a equipe é importante e ajuda a crescer.

Vale ressaltar também que os desafios e as exigências da nova posição serão condizentes com tais recompensas, como reconhecimento profissional e salários novos. Porém, os principais pontos que um chefe deve aprender ou aprimorar estão relacionados à comunicação, à habilidade em delegar tarefas e ao acompanhamento do trabalho da equipe. Claro que a postura deve e precisa ser diferente, mas não se esquecer de colaborar com o grupo. Esteja preparado tanto para resolver os problemas quanto para comemorar os bons resultados.

Etiqueta de um bom e-mail

Ir direto ao ponto, ser mais breve e delimitar o campo assunto de maneira mais clara pode ser considerado alguns dos segredos para redigir um bom e-mail corporativo. Ele também diz muito sobre o remetente da mensagem, portanto evite excessos.

Passar credibilidade e comprometimento está vinculado ao profissional que escreve. E o estilo de escrita, formas de agradecimento e o bom uso da ferramenta transmitem ao destinatário impressões sobre a sua personalidade.

Mas atenção! Vale lembrar que a má utilização do e-mail do trabalho pode ser causa de demissão, devido ao vazamento de informações via e-mail ou mídias digitais que podem causar prejuízo à empresa.

A comunicação profissional deve ser de preferência, clara e sem abreviações. Isso significa que o uso de “vc” para “você” ou “qdo” para “quando”, por exemplo, pode ser evitado. Quanto mais longo e arrastado for o e-mail, menos atrativa será para o leitor. Utilize frases curtas e claras, escreva em tópicos para uma melhor organização de ideias. E não se esqueça, erros de português devem ser evitados. Bem como gírias e palavrões estão proibidas. Mensagens coloridas e com emotions são dispensadas também.

Ter cuidado com o botão enviar também ajuda a evitar constrangimentos. Um clique dado por engano e o e-mail enviado pela metade ou com informações incorretas pode prejudicar qualquer negócio. Discrição, bom senso e elegância são uma boa pedida. Principalmente na hora de se despedir.